sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Álvaro de Campos nos exames nacionais de Português - «al Face - book», Alberto Pimenta

[«al - Face» foi um dos adquiridos numa  rápida «Incursão», ontem,  à FNC-VG 
- na badana, texto não assinado faz referência a, por exemplo, 
«Mito de uma Inteligência Colectiva», «céptica distopia», «sociedade do analfabetismo equipado»

UM Recorte:
[...]
a prova dessa vez incluía
três versos dum poema
atribuído a Álvaro de Campos
"... no alto céu ainda claramente azul/
Já crescente nítido, ou círculo branco,
ou mera luz nova que vem,/
A lua começa a ser real."
e perguntava
a que momento do dia
e a que luas se referia o texto
Álvaro de Campos
o nome soava a qualquer coisa
e deu bastante que falar nos escritórios
e nas salas de jantar
o namorado duma aluna
um daqueles rapazes
a quem se vislumbra futuro
e até já tinha colaborado
numa revista
afirmou que se tratava dum poeta
que não era dos mais falados
que estava ainda noutra onda
[...]
al Face-book, 2012, Porto, 7nós, p. 9-10
Interpretação do  poema, pelo próprio Alberto Pimenta, num lançamento, em Março de 2012, no café-livraria» Gato Vadio 
 


[para quem esteja de chegada... - recomenda-se:
 Alberto Pimenta + Vítor Silva Tavares [+ Luís Pacheco] + «Criadores Marginais»
- no «Câmara Clara» de 20 de Janeiro de 2008  - no fim, a «sopinha e a buchinha» ...                                - AQUI      e na RTP Arquivo