sábado, 13 de maio de 2017

«What's in a name» - Ana Luísa Amaral

[na quarta, 10, trocar uma «daquelas» REU pela Leitura do novo livro de Ana Luísa Amaral - com 33 poemas...
- «Livro do Dia» TSF,  a 8 - com leitura de recortes do poema final: "ALEPPO, LESBOS...»
...foi uma excelente OP (porque Nunca se falta a um Qd.o....]

WHAT'S IN A NAME?

Pergunto: o que há num nome?

De que espessura é feito se atendido,
que guerras o amparam,
paralelas?

Linhagens, chãos servis,
raças domadas por algumas sílabas,
alicerces da história nas leis que se forjaram
a fogo e labareda?

Extirpado o nome, ficará o amor,
ficarás tu e eu - mesmo na morte,
mesmo que em mito só

E mesmo o mito (escuta!),
a nossa história breve
que alguns lerão como matéria inerte,
ficará para o sempre do humano

E outros
o hão-de sempre recolher,
quando o meu século dele carecer

E, meu amor, força maior de mim,
seremos para ele como a rosa -

Não, como o seu perfume:

ingovernado            livre


Ana Luísa Amaral, What's in a name, Assírio & Alvim, 2017 (Abril), pp. 24, 25